Últimas Postagens

Amordaçado no âmago do ser

A

Tão complexo é o mundo e a sua forma. Não consigo ver o que preciso ver, não posso ir a onde preciso ir. Me embrenho, me entrego, estou cego o que isso me torna? Sinto-me preso a maré que se segue a ribanceira do abismo da dúvida e do desespero. A culpa me assola, mas o prazer me consola. Hora, preciso eu de tanto para saciar o meu pranto? Olho mas não vejo, controle não tenho, seja o quanto eu...

Sonho

S

E voamos, fomos para tão longe, que não sei qual a distância que estávamos de casa, mas era maravilhoso; longe de tudo, no vazio, navegávamos em meio a imensidão do universo.

A vida

A

A vida é um grande enigma.
É a centelha de cada criatura,
Não sei como surgiu, mas sei como termina.
Para uns, ela é dura, para outros uma grande aventura.
Tão delicada és a cada ser existente,
Cheia de problemas, mistérios e desafios,
Mas mesmo assim, muitos seguem em frente.
A vida é um trem o qual segue os trilhos
E nós, o maquinísta que o guia.
J.B Silva

O Amor

O

O amor purifica a alma, poli os nossos espíritos, nos enche de alegria, nos transforma e nos proporciona a sermos melhores todos os dias. Há algo de melhor neste mundo senão o amor?

A mulher

A

A mulher é bela e encantadora,
cheia de charme e protetora.
Sua mente enigmática me instiga a ama-la cada vez mais.
Curvas não me é a essência, posto que unicamente a de ser formosa.
O seu sorriso doce, alegria me traz.
Seu toque divino apazígua a minha alma.

A vampirinha

A

Era uma noite de quarta feira de inverno, estava frio, acabara de chover a tarde, o que deixou o ar com uma sensação agradável misturado um cheiro de terra molhada. Meus colegas do trabalho tinha um hábito de ir quase todas as quartas na lanchonete para comer hambúrguer e nesse dia eles me convidaram para ir junto. A primeira vista eu recusei, disse que tinha alguns assuntos a tratar, mas quando...

Natureza – Roteiro, curta metragem

N

INT. SALA DE ESCRITÓRIO – DIA – MANHÃ
JOÃO está de pé no meio da sala, olhando para alguns quadros pendurados na parede. Seu semblante denúncia um sentimento nostálgico. Focamos nos quadros. No primeiro, vemos uma foto de um senhor e um garotinho que estão extremamentes felizes e sorridentes.
Baixe o roteiro aqui

Saudades

S

Na solidão deste quarto delgado, apoio-me à janela para apreciar o horizonte. Lá fora; ouço apenas o murmúrio das ondas agitadas do mar, aquietando-se ao se fundirem com à areia da praia. Na escuridão da minha mente, você me guia, sua imagem me faz emergi das penumbras da ilusão, olhar para a realidade com lagrimas nos olhos. Assim que sinto ao pensar em você. Ah…, mas que belo sorriso é o...

Translúcido – Roteiro, curta metragem

T

Termos de Roteiro CAM: Câmera. FADE TO BLACK: A tela se fecha em preto, geralmente usado no fim do episódio antes de aparecer os créditos. FADE IN: O surgir da imagem a partir de uma tela escura ou clara, que gradualmente atinge a sua intensidade normal de luz. ÂNGULO ALTO: Visão da câmera de cima para baixo. CÂMERA SUBJETIVA: Visão a partir dos olhos do personagem. POV: O ponto de vista do...

Josué Rockefeller - Roterista e Escritor

Sobre Mim

Filósofo de boteco, empreendedor, desenvolvedor de softwares e escritor na horas vagas. Gosto de aprender tudo e escrever de tudo um pouco, então não se assuste se você encontrar nesse blog; contos, pensamentos, poesias e artígos técnicos.